Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Cheiro dos Livros

Depois de ser uma aventura radiofónica resume-se agora a uma forma de manter a minha biblioteca pessoal organizada...

O Cheiro dos Livros

Depois de ser uma aventura radiofónica resume-se agora a uma forma de manter a minha biblioteca pessoal organizada...

O Segredo da Serra dos Candeeiros de Filipe L. S. Monteiro

Milheiras, 21.07.17
Wook.pt - O Segredo dos Candeeiros
 
 

Título: O Segredo dos Candeeiros

Autor:  Filipe L. S. Monteiro 

ISBN: 9789895108282

Edição ou reimpressão: 01-2014

Editor: Chiado Editora

Idioma: Português

Encadernação: Capa mole

Páginas: 682

 
 
Sinopse

Que segredos encerram aqueles estranhos achados encontrados na Serra dos Candeeiros e grutas de Mira d’Aire, e que já valeram a morte de vários arqueólogos?
Quem será a misteriosa e sinistra Organização que tudo fará para se apoderar daquele segredo milenar?
José e Filipa, os sobrinhos André, Rafa e Ana Sofia, o cão Doc, e Andreia, uma jovem que conheceram nessas férias em Nazaré, envolvem-se numa aventura que os leva pelas profundezas das grutas de Mira de Aire, pelas paisagens da Serra dos Candeeiros e pelos meandros dos túneis do CERN, na tentativa de decifrarem os estranhos símbolos que têm sido encontrados um pouco por toda a parte, mas com especial relevo naquela zona das Serras de Aire e Candeeiros.
O conhecimento daquele segredo milenar permitirá, a quem o detiver, o controlo da velocidade de rotação da Terra e do sentido do seu eixo polar, capacitando-os de provocar enormes tornados e terríveis furacões sobre vastas e selecionadas áreas do planeta.
Caberá a José e ao seu grupo, em colaboração com vários cientistas do CERN liderados pelo Dr. Thomas Merrick, deslindar os misteriosos escritos pré-diluvianos, procurando estar sempre um passo à frente da poderosa Organização. Mas eles sabem que a perda da corrida poderá causar ao mundo consequências desastrosas, uma simples distração trar-lhes-á consequências fatais! É que os elementos da Organização vigiam-nos, atentamente, nas profundezas da gruta…

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.