Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Cheiro dos Livros

Depois de ser uma aventura radiofónica resume-se agora a uma forma de manter a minha biblioteca pessoal organizada...

O Cheiro dos Livros

Depois de ser uma aventura radiofónica resume-se agora a uma forma de manter a minha biblioteca pessoal organizada...

O Eléctrico 16 de Filomena Marona Beja

Milheiras, 20.09.14

O Eléctrico 16

 

 

Opinião:

 

Terminei hoje de ler este livro o Eléctrico 16.

Mais uma autora/Escritora que descobri e fiquei fascinada...

Vou querer ler outros livros da autora....

Um enredo fascinante passado entre 2 tempos, tão próximos e aos mesmo tempo tão distantes....

e mais uma vez a cumplicidade de relações entre a avós e netos...

Atrevo-me a dizer e a fotografia de um povo que se desiludiu com a democracia...E que a vai perdendo todos os dias...

 

Excerto:

 

"- Bem, vai lá....

E votar?

-... não vais votar, Fernanda?

- Eu?!

Nem sequer sabia onde estava inscrita.

 

(...)

 

Pouca gente pelas ruas.

Muito pouca a caminho da Escola secundária, ou das outras assembleias de voto.

- A abstenção vai subir...

Subia, de eleição para eleição.

- Mas não custa nada votar, Vó!

Pois não. Uns minutos numa fila, como se via na televisão.

Um papel dobrado em quatro. uma urna.

- E então?...porque é que as pessoas não votam?

Ter de escolher.Decidir.

Ou simplesmente por distracção.

 

Onze horas. A cadeira de Helena a chegar ao pátio da Escola. Joana empurrava.

Uma câmara a proximar-se. Jornalistas. Ia votar porquê?

Por ser livre de o fazer."

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.