Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Cheiro dos Livros

Depois de ser uma aventura radiofónica resume-se agora a uma forma de manter a minha biblioteca pessoal organizada...

O Cheiro dos Livros

Depois de ser uma aventura radiofónica resume-se agora a uma forma de manter a minha biblioteca pessoal organizada...

Miguel Sousa Tavares - Biografia

Milheiras, 06.09.16

 

Miguel Sousa Tavares, natural do Porto, é filho do advogado e jornalista Francisco Sousa Tavares e da escritora Sophia de Mello Breyner Andresen, bisneto de Tomás de Melo Breyner, trineto de Henrique Burnay e primo em terceiro grau de José Avillez. Licenciou-se em Direito na Universidade de Lisboa, e foi na capital que passou a maior parte da sua infância e juventude.

Durante mais de uma década foi advogado em Lisboa, até optar exclusivamente pelo jornalismo, em finais da década de 1980.

De facto, a sua profissionalização na comunicação social tem início em 1978, na RTP. Em 1989 participou na fundação da revista semanal Grande Reportagem. Foi director da versão trimestral, entre 1990 e 1991, e da versão mensal, iniciada em outubro de 1991, e onde se manteve no cargo até 1999. Antes, em 1989, fora escolhido para diretor da revista Sábado, fundada por Pedro Santana Lopes e Rui Gomes da Silva, mas abandonara o cargo ao fim de alguns meses, devido à instabilidade interna da revista. Em 1990 começou a colaborar no Público, onde publicaria uma crónica semanal até 2002. Ao mesmo tempo, estendeu a sua colaboração ao desportivo A Bola, à revista Máxima e ao informativo online Diário Digital. Atualmente é colunista semanal do jornal Expresso e mantém-se n' A Bola, onde se evidencia como adepto do Futebol Clube do Porto.

Voltou à televisão na SIC, com Terça à Noite, emitido de 1993 a 1995, um debate com António Barreto e Pacheco Pereira , ao mesmo tempo que, em 1994, apresentou 20 anos, 20 nomes, uma série de 20 entrevistas com protagonistas da história portuguesa recente. De 1995 a 1998 apresentou ainda na SIC, com Margarida Marante, o programa sobre atualidade política Crossfire. Chegaria ainda, na década de 90 e por um curto período, a apresentar, aos domingos, o Jornal da Noite. Em 1998 terá sido convidado para o cargo de diretor-geral da RTP, que afirma ter recusado. Em 1999 passou para a TVI, onde partilhou o debate Em Legítima Defesa, com Paula Teixeira da Cruz e moderação de Pedro Rolo Duarte. A partir de 2000, na mesma estação, viria a marcar presença assídua às terças-feiras no Jornal Nacional, na análise à atualidade nacional e internacional. Em 2010 regressa à SIC, com Sinais de Fogo, um programa semanal de comentário político. Atualmente é comentador residente, na mesma estação, às terças-feiras, no Jornal da Noite.

A par do jornalismo revelar-se-ia também na escrita, sobretudo como cronista e romancista. Com efeito, resultam das suas incursões literárias compilações de crónicas (sobretudo acerca de política e viagens), romances, livros de contos e uma história infantil. O seu romance Equador, editado em 2004, foi um best-seller, estando traduzido em mais de uma dezena de línguas estrangeiras. Rio das Flores, o seu romance seguinte, lançado em 2007, teve uma primeira tiragem de 100 mil exemplares. Recebeu o Prémio de Jornalismo e Comunicação Victor Cunha Rego, em 2007.

 

 

Obras

  • Um Nómada no Oásis, Relógio d'Água Editores, 1994
  • O Planeta Branco, Oficina do Livro, 1997
  • Anos Perdidos, Oficina do Livro, 2001
  • Não Te Deixarei Morrer, David Crockett, Oficina do Livro, 2001
  • Equador, Oficina do Livro, 2003
  • Sul, Viagens, Oficina do Livro, 2004 (Edição Ampliada)
  • O Segredo do Rio, Oficina do Livro, 2004
  • Rio das Flores,Oficina do Livro, 2007
  • No Teu Deserto,Oficina do Livro, 2009
  • Ukuhamba - Manhã de África, Oficina do Livro, 2010
  • Ismael e Chopin, Oficina do Livro, 2010
  • A História Não Acaba Assim - Escritos Políticos 2005-2012,Clube do Autor, 2012
  • Madrugada Suja, Clube do Autor, 2013
  • Não se encontra o que se procura, Clube do Autor, 2014

 

Retirado: https://pt.wikipedia.org/wiki/Miguel_Sousa_Tavares

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.